domingo, 4 de dezembro de 2016

Desafio: Na Mesa de Natal não pode faltar...Participações da Semana!



Já vos tinha falado aqui que fui desafiada pela Ana, da Casinha das Bolachas para participar numa iniciativa criada por ela que consiste na partilha de várias receitas de Natal por vários blogs.
Aceitei, este desafio, assim que me foi proposto. Achei a ideia muito gira porque cada casa tem as suas tradições. Vão ser partilhadas receitas de 29 de Novembro a 22 Novembro com o seguinte calendário.

Terça 29 de Novembro: Ana ( A Casinha das Bolachas)
Quarta 30 de Novembro: Silvia ( As minhas perdições)
Sexta 2 de Dezembro: Joana ( As receitas da mãe galinha)
Segunda 5 de Dezembro: Cláudia (O prazer da Cozinha)
Terça 6 de Dezembro: Elisabete ( Cozinha sem Segredos – As Receitas)
Quarta 7 de Dezembro: Anabela (Uma pitada de Noz Moscada)
Sexta 9 de Dezembro: Inês ( O diário da Inês)
Segunda 12 de Dezembro: Telma (Cozinha para 3)
Terça 13 de Dezembro: Avelã ( Creme de Avelãs)
Quarta 14 de Dezembro: Mariana ( Receitas para a Felicidade)
Quinta 15 de Dezembro: Ana ( Cozinha da Anita)
Sexta 16 de Dezembro: Diana e David (Bolboretas no Baldullo)
Segunda 19 de Dezembro: Vanessa ( A Vida de Nessy)
Terça 20 de Dezembro: Sara ( No Conforto da Minha Cozinha)
Quarta 21 de Dezembro: Ana ( Recanto com Tempero)
Quinta 22 de Dezembro: Carla ( Cromas da Cozinha)

Esta semana tivemos três partilhas. A primeira foi feita pela anfitriã Ana com uns sonhos da avó. Como resistir a uma receita da avó? Não dá! Fica em baixo a respectiva fotografia e para saberem como a mesma fez estes maravilhosos sonhos é só clicar aqui


No dia 30 do mês que passou tivemos uma sobremesa feita pela Silvia das Minhas Perdições. E que sobremesa é esta? É nada mais que um Molotof de Caramelo. Cuja receita podem ver na página de facebook da Silvia aqui


E para terminar, as receitas desta semana, a Joana das Receitas da Mãe Galinha partilhou uma maravilhosa Tarte de Amêndoa. Confesso que não lhes resisto. Para verem tudinho é só clicar aqui




Para a semana cá vos espero para verem as próximas partilhas deste desafio e as receitas do costume aqui da nossa cozinha. Um beijinho. Boa semana! 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Sonhos de Cenoura...uma receita especial! {em vídeo}

Esta é uma receita muito especial. Está no top das minha receitas preferidas. É feita pela minha mãe todos os anos no Natal desde que me conheço. 😍 É aquela receita que se pode dizer que faz parte da minha vida e do meu crescimento. Quando olho para trás, relembro todos os momentos e tantas histórias para contar não posso deixar de ficar melancólica. 

São uns sonhos de cenoura delicados e húmidos no interior. São diferentes de todos os que tenho provado. Têm a magia das mãos da minha mãe. E agora depois de tantas vezes a vê-la fazê-los resolvi fazer um vídeo para mostrar como nós os fazemos. 
Que posso mais eu dizer destes bolinhos? Que são deliciosos, mágicos e maravilhosos. Espero que gostem tanto desta nossa receita como nós por aqui gostamos. Não são difíceis de fazer como vão ver no vídeo. A tarefa mais demorada é fritá-los. 

Um beijinho. Até breve. Bons cozinhados!


Sonhos de Cenoura

O que faz falta para aproximadamente 45: 

1200 kg de Cenouras
300 gr. de Açúcar
500 gr. de Farinha t55
4 Ovos M
1 colher de chá de Fermento em pó
1 colher de chá bem cheia de Erva Doce
Meia chávena de café de Aguardente
Raspa de 1 Limão


Como Fazemos:

Descascamos as cenouras e cortamos em pedaços. Cozemos em água com um pouco de sal. Deixamos cozer bem para que sejam mais fáceis de reduzir em puré. Escorremos as mesmas. 
Trituramos as cenouras até obtermos um creme. Deixamos arrefecer um pouco. Juntamos o açúcar, a farinha, os ovos, o fermento em pó, a erva-doce, a aguardente e a raspa de limão. Batemos bem até a massa formar bolhinhas. 
Deixamos repousar umas horas antes de fritar {gosto de deixar durante a noite}. Aquecemos o óleo e fritamos colheradas de massa em óleo quente mas não demasiado para que os sonhos fritem uniformemente. A cada sonho que formos fritar molhamos a colher {ver vídeo}.
Quando os sonhos estiverem dourados de um lado e de outro, retiramos e escorremos em papel absorvente. Polvilhamos com açúcar e canela.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Os brownies de chocolate mais fáceis de sempre!

Não fossem estes brownies serem super fáceis hoje não havia post! 😕 Isso e a necessidade repentina de comer chocolate. 😇 Esta altura do ano é bastante exigente por aqui. As nossas refeições tendem a ser mais fáceis e rápidas. Em dia de folga tentamos contrariar isso e fazer aquelas receitas mais demoradas e reconfortantes. Mas enquanto a folga vem e não vem vamos nos contentado com as coisas mais simples.

Estes brownies são daquelas receitas que temos que ter. Fazem-se em 30 minutos e 80% desse tempo eles estão no forno por isso podemos fazer outras coisas ao mesmo tempo. O que há de melhor que isto? O seu sabor a chocolate é bem marcado. Como por aqui gostamos. 😍
O ideal é serem feitos num tabuleiro mais pequeno. Vamos à receita? Um beijinho*


Brownies de Chocolate Fáceis

O que faz falta:
Receita adaptada de: http://allrecipes.com/

Bolo
Meia chávena {chá: 250 ml} de Farinha
1 chávena {chá: 250 ml} de Açúcar
1/3 chávena {chá: 250 ml} de Cacau em pó
1 pitada de Sal
1 colher {chá} de Fermento em pó
2 Ovos
Meia chávena {chá: 250 ml} de Manteiga derretida
1 colher {chá} de Extracto de Baunilha
Calda
3 colheres {sopa} de Natas ou Leite
3 colheres bem cheias {sopa} de Manteiga
3 colheres {sopa} de Cacau em pó
3 colheres {sopa} de Açúcar


Como Fazemos:

Para o bolo, misturamos os ingredientes secos num recipientes {a farinha, o açúcar, o sal, o fermento e o cacau}. À parte batemos os ovos com a baunilha. Juntamos aos secos assim como a manteiga. Batemos. A massa vai ficar mais densa. Colocamos num tabuleiro untado e polvilhado com cacau. Espalhamos a massa com a ajuda de uma espátula e antes de ir ao forno damos umas pancadas com a forma na bancada. Levamos ao forno, pré-aquecido nos 180ºC, por 20 minutos.
Enquanto o brownie coze fazemos a calda. Para isso, misturamos todos os ingredientes e levamos a lume brando mexendo sempre até obtermos uma mistura homogénea. Assim que isso acontecer desligamos o lume e reservamos a calda.
Depois do brownie estar cozido, picamos ligeiramente a superfície e espalhamos a calda de chocolate. Deixamos arrefecer para que fique mais firme. Cortamos aos quadrados e servimos.




A Ana, do blog "A Casinha das Bolachas" desafiou-me a fazer parte de uma parceria natalícia de blogs. E o que quero eu dizer com isto? Então, entre 29 de Novembro a 20 de Dezembro vários blogs vão apresentar as receitas que não podem faltar no Natal. Junto com as receitas vamos responder também a algumas perguntas para ficarmos a saber mais sobre quem as escreve. Acho que vai ser um desafio muito giro. Vão ser partilhadas tradições e histórias de várias pessoas.

Quem começou foi a anfitriã com uma receita de sonhos da sua avó. Vão querer perder? Não pois não? Para ver tudinho é só clicar aqui.


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Tarte de Grão...uma receita de coração! {em vídeo}

Aqui estou eu a escrever às 6:30h da manhã. Podia estar a dormir ou a arranjar melhor o cabelo porque acordou teimoso mas estou a escrever um post para o blog. 😫 Ter um blog é assim. É um projecto muito nosso e com o qual não queremos falhar. Porque isso significa falhar connosco próprios. Às vezes torna-se humanamente impossível. Mas quando fico longe daqui sinto tantas saudades.

Comecei este projecto em 2010 sem saber muito bem o que eram isto dos blogs. Ainda não tinha estudado o que estudei nem tinha as ferramentas que tenho hoje em dia. O blog passou por muitas mudanças e "abandonos" pelo meio até encontrar um caminho. Assim como eu...também cresci muito desde 2010. Hoje em dia sou mais confiante na cozinha, ultrapassei medos e aventurei-me a descobrir novas coisas. Não sou cozinheira, nem quero ser. Sou apenas uma curiosa que gosta de cozinhar. Gosto de mimar a minha família e conquistá-los pelo estômago. 😂


Acho que finalmente encontrei um caminho aqui no blog, é onde gosto de estar e escrever nem que seja só para mim. Fotografar comida é um grande desafio mas tenho aprendido muito e penso que se nota uma evolução. 
Eu costumo dizer que para mim ter um blog não é um negócio é um sítio para deixar conteúdo com o coração. Escrever com alma e a minha alma nunca esteve nem estará à venda. 
Se por acaso alguém que queira começar um blog estiver a ler isto, faz com o coração, faz por ti. O resto virá!

Bem mas por falar em alma e coração. Deixo aqui registada uma receita que adoroooooo. A tarte de grão é um dos meus doces de eleição. Não me perguntem porquê mas conquistou-me desde o primeiro dia. É muito fácil e é diferente. As fotos injustiçam esta tarte porque estava um dia muito escuro.
Espero que gostem. Um beijinho e bons cozinhados. 😘


Tarte de Grão:

O que faz falta:
1 base para tartes de Massa Folhada
150 gr. de Grão cozido e escorrido
4 Ovos
220 gr. de Açúcar Branco 
2 colheres de {sopa} Açúcar Mascavado 
50 gr. de Farinha com fermento
40 gr. de  Manteiga derretida
1 colher de {chá} Canela em pó bem cheia
Raspa de meio Limão
Açúcar em pó para polvilhar


Como fazemos:
Esticamos a massa a massa numa tarteira, retiramos o excesso das bordas e picamos a mesma com um palito. Reservamos a massa e pré-aquecemos o forno a 180ºC.
Colocamos o grão cozido e os ovos num processador ou liquidificador e ligamos até obtermos uma massa cremosa e lisa. Juntamos o açúcar branco e mascavado, a farinha, a canela, a raspa de limão e a manteiga. Ligamos novamente até estar tudo em creme. 
Vertemos essa massa cremosa na tarteira e polvilhamos com açúcar em pó. Levamos ao forno por 35 minutos. Nos primeiros 15 minutos colocamos só na resistência de baixo e nos restantes nas duas. 
Retiramos do forno e comemos morninha. 😋





terça-feira, 22 de novembro de 2016

Queques de Piña Colada...para colorir os dias cinzentos!

Há dias que as palavras faltam. Que o dia passa devagar quando queríamos que ao contrário fosse. Nem todos os dias podem ser coloridos. Em dias mais cinzentos, ligar o forno, fazer uns bolinhos a ouvir uma boa música pode mudar tudo. 

Assim foi. E o fruto foram estes bolinhos. Uns queques de coco e ananás que apelidei de piña colada para lhes dar um ar mais carismático mas não passam de uns simples bolinhos de iogurte de coco com uma calda de ananás. Fáceis de fazer e mais fáceis ainda de comer! Ficam fofinhos e húmidos.

Tenham um dia muito feliz. Beijinhos e Bons Cozinhados! 😉


Queques de Piña Colada

O que faz falta para 18:
4 Ovos
1 Iogurte de aroma de Coco 
3 copos de {iogurte} Açúcar
1 copo de {iogurte} Óleo
1 colher de {sopa} Coco ralado + Coco para polvilhar
4 copos de {iogurte} Farinha 
1 colher de {chá} Fermento em pó
1 pitada de Sal
250 ml de Água a ferver
Meia saqueta de Gelatina de Ananás

Como fazemos:
Batemos os ovos com o iogurte e com o açúcar até obtermos uma mistura cremosa. Adicionamos o óleo e a colher de coco. Misturamos. Juntamos a farinha, o fermento e o sal. Batemos bem. Colocamos forminhas de papel frisada nas formas dos queques. Vertemos a massa nas forminhas. Levamos ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 15 a 20 minutos.
Entretanto desfazemos a gelatina na água a ferver para fazermos a calda dos nossos bolinhos. 
Quando os bolinhos estiverem cozidos, retiramos do forno e passamos a faca à volta das forminhas. Sem os retirar das mesmas picamos cada bolinho. Vertemos um pouco da calda de ananás sobre cada bolinho. Deixamos repousar uns minutos e desenformamos. Polvilhamos com um pouco de coco ralado. Servimos mornos ou frescos. 




sábado, 19 de novembro de 2016

Healthy Saturday: Relatos Low Carb e Patê de Atum + Saudável!

Um post ao sábado? WOW! Estou a tentar...não podemos negar! Gosto muito de estar aqui e escrever por isso quero ser mais assídua. 
Resolvi fazer uma pausa nos hidratos de carbono! Não radicalmente mas cortar com eles. Isto porquê? O Verão foi uma altura de excessos e sinto que o meu corpo anda a pedir equilíbrio. Avizinha-se uma época complicada no que toca à alimentação. Com demasiadas tentações a que não podemos nem devemos dizer que não. Como tal, pensei que devia fazer um género de "detox" para quando chegar essa altura poder comer um excesso ou outro sem ter um fanico. 😂

No Domingo passado, dei uma vista de olhos pelo livro da Dieta dos 31 Dias para me inspirar. Já a fiz no passado e comigo resultou muito bem. Nada de fomes e vi uns bons kilinhos a ir embora. 
Então na segunda-feira lá comecei o primeiro dia da minha viagem low carb. Devo confessar que parece que estava às portas do inferno. Como é possível? Durante o dia, correu tudo bem, ali com as marmitinhas todas arranjadas e cheias de cor. Mas ao fim do dia o Sarinho chegou a casa com um croassaint a transbordar de chocolate e eu fiquei passada da cabeça. Acreditem que é verdade. Eu adoro aquilo. Tive que lhe dizer para o esconder antes que acontecesse o pior. 

Na terça-feita, tudo pronto, com as marmitas atrás para o dia. Até que se deu um contratempo. Tive que ir a uma das pastelarias que gosto mais e a tentação falou mais alto. Comi uma tigelada. Shame on me! No segundo dia logo uma falha destas. Cheguei a casa e bebi quase um garrafão de chá como se fosse mudar alguma coisa. 
Os últimos três dias da semana foram tranquilos. Nada de mau feitio, nem de facadinhas nada low carb. Correu tudo muito bem. E no fim das contas, mesmo com as facadinhas, a semana não correu mal porque perdi um quilo e trezentas gramas. Não que o meu objectivo principal seja esse mas é sempre bom ver que o nosso esforço é compensado.

Pensem numa pessoa louca? Eu! E porquê? Porque comecei isto em pleno TPM! Isto é uma prova dura por isso vamos ver quanto tempo vou aguentar!
Os bolos e essas coisas vão continuar porque quero ter sempre um dia sem restrições para não me causar ansiedades! Isto não vai ser um blog fit!!!!  :)
Resolvi partilhar uma receita que fiz esta semana e que me safou. Eu sou uma pessoa que adora petiscos e isso não muda de um dia para o outro. Então este patê tornou-se o meu melhor amigo. É tão simples que quase me esqueço do quanto eu adoro maionese. Eu que não percebo nada disto acho que é um snack muito proteíco. 
Vamos a isso? Beijinhos e bom fim-de-semana! 😏


Sticks de Vegetais com Patê de Atum

O que faz falta:

1 Lata de Atum ao natural
1 colher de sopa bem cheia de Queijo Creme Philadephia Light
1 e meia colher de sopa de Pickes picados
1 ramo de Salsa fresca picada
1 Cenoura
1 Pepino

Como Fazemos:

Escorremos bem a lata de atum. Colocamos numa taça e juntamos o queijo creme. Adicionamos os pickles e a salsa picada. Misturamos bem. Arranjamos a cenoura e o pepino. Cortamos em tiras. Mergulhamos o stick no patê e aproveitamos! 😄



quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Bacalhau à Lagareiro...em treinos, parte 2! {em vídeo}

Bem, vou abrir novamente este post de bacalhau a dizer...o Natal está aí!!!! 😆 Parece que foi ontem que eu andava a dar em louca com tanta coisa para fazer e já passou um ano. Estamos novamente na altura de testar as nossas receitas de bacalhau para no dia 24 podermos fazer um brilharete. Ou isso ou já não o podemos ver nesses dias. Nãooo, não me parece que vá acontecer. Bacalhau é aquela coisa que nunca se enjoa porque existem tantas maneiras de o fazer que enjoar nunca!

Este ano decidi que dê por onde der tenho que postar mais receitas nesta altura. Porque tenho tantas coisas tradicionais para mostrar aqui e acho que nunca dei a devida atenção. Espero conseguir organizar-me para tal. Sem pressões! 


Por aqui adoramos tudo o que é lagareiro. Seja polvo, seja bacalhau, seja o que for. Aquele pimento assado com a cebolinha nova, tudo perfeitamente ligado com um bom fio de azeite. Ai Ai! 😍
Dá para perceber que descobri que agora posso pôr emojis nos textos? Sempre foi o meu sonho. Porque às vezes as palavras não chegam para descrever as nossas emoções. Precisamos de emojis!

Aqui fica a minha versão da receita num vídeo para a posteridade. É um vídeo rápido assim como esta receita. Espero que gostem. E que venham comigo comer um pouco deste bacalhau. Mesmo sendo um treino ficou uma maravilha.  Beijinhos e Bons Cozinhados! 😊


Bacalhau à Lagareiro

O que faz falta para 3:

1 kg de Batatas para assar
4 Cebolinhas novas
1 folha de Louro
Sal q.b.
3 lombos de Bacalhau
1 Pimento
2 dentes de Alho
150 ml de Azeite
1 ramo de Salsa


Como fazemos:

Colocamos as batatas, a folha de louro, as cebolas descascadas e cortadas ao meio num tacho. Temperamos com sal e levamos ao lume brando até que as batatas cozam. Escorremos. Reservamos as cebolas e com cuidado fazemos um golpe nas batatas dando um murro em cada uma delas.
Dispomos as batatas, o bacalhau, as cebolas, o louro, o pimento às tiras, os dentes de alho cortados ao meio e sem casca num tabuleiro. Regamos com o azeite e perfumamos com um pouco de salsa. Levamos ao forno pré-aquecido nos 220ºC por 30 minutos. Retiramos do forno e servimos com uma salada.
Podemos salpicar com um pouco de vinagre assim que o bacalhau sair do forno. 


terça-feira, 15 de novembro de 2016

Bolo de Coco Húmido...da Cozinha da Duxa para a minha!

Os últimos dois meses do ano são sempre os mais complicados deste lado. Mas o vício de "cozinhar" e fazer bolinhos para a família não se deixa vencer. O tempo para testar novas receitas não tem sido muito por isso resolvi voltar a fazer um bolinho que não fazia há imenso tempo. Este bolo de coco húmido, cuja receita me foi dada pela Duxa ainda no Sabor Intenso. Foi por lá que comecei a partilhar as minhas aventuras na cozinha. Conheci muita gente fixe e aprendi muita coisa. É uma verdadeira comunidade. 

As memórias ao comer este bolo só podem ser boas. Foi dos primeiros bolos de coco que fiz. É um bolo com uma textura mais densa, é muito húmido devido ao coco e à calda. Para quem gosta de coco torna-se um vicio. É bem simples de fazer como podem ver na receita que se segue.
Desejo-vos uma óptima semana. Um Beijinho e Bons Cozinhados! 


Bolo de Coco Húmido
Receita de: Cozinha da Duxa

O que faz falta:
4 Ovos
1 chávena e meia de Açúcar
Meia chávena de Óleo
2 chávenas de Farinha
1 colher de chá de Fermento em pó
125 gr. de Coco ralado
1 chávena de Água quente

1 chávena de Leite quente


Como Fazemos:

Tradicional
Batemos os ovos com o açúcar até obtermos um creme fofo. Adicionamos o óleo e o coco. Batemos até estar bem misturado. Adicionamos a farinha com o fermento e envolvemos. Juntamos a água quente e misturamos bem. 
Levamos ao forno pré-aquecido nos 180ºC numa forma untada e enfarinhada por 35 minutos ou até o palito sair limpo.
Depois do bolo cozido, picamos o mesmo e regamos com o leite quente. Deixamos descansar uns minutos para que o leite absorva. Desenformamos e polvilhamos com mais um pouco de coco. 

Robot de Cozinha
Colocamos no copo do robot os ovos e o açúcar. Montamos o acessório misturador e ligamos na velocidade 4 por 2 minutos. Juntamos o óleo e o coco. Misturamos na velocidade 3 por 1 minuto. Adicionamos a farinha com o fermento e programamos na velocidade 3 por 1:30 minutos. Adicionarmos a água quente e misturamos na velocidade 4 por 40 segundos
Levamos ao forno pré-aquecido nos 180ºC numa forma untada e enfarinhada por 35 minutos ou até o palito sair limpo.
Depois do bolo cozido, picamos o mesmo e regamos com o leite quente. Deixamos descansar uns minutos para que o leite absorva. Desenformamos e polvilhamos com mais um pouco de coco.