terça-feira, 15 de março de 2016

# Isto aqui não é só comida: A Culpa é das Estrelas - Livro & Filme!

Olá pessoas fixes,
Uma das inúmeras coisas que me fazem feliz é ler.  Ler tranquiliza-me, faz-me esquecer um pouco aquilo que quero que seja esquecido e faz-me viver/conhecer novas realidades. Como tal, hoje escrevo-vos sobre um livro que penso ser bem conhecido por todos ou pelo menos pela maioria. 
Bem sei que esperam que escreva sobre culinária e coisas relacionadas mas os meus interesses são vastos e porque não partilhá-los. Assim ficamos todos a conhecer-nos melhor. Não acham?

A história deste livro nas minhas mãos é mais ou menos esta. Comprei o livro depois de várias pessoas me dizerem que era obrigatório ver o filme com o mesmo titulo do livro. Que "lamechas" como eu sou não poderia perder. "Tu vais chorar até não haverem mais lenços na tua casa", era o que me diziam. Então eu pensei. O livro é do John Green, autor que eu gosto. É romântico. Não é preciso mais nada. Vou comprar o livro e depois vejo o filme. Porque na minha maneira de ver é assim. Primeiro o livro e depois o filme. E na vossa? Começam pelo livro ou pelo filme? Fiquei curiosa! 


A verdade é que depois de o livro lido e de o filme visto encontrei algumas diferenças entre os dois. Não é sempre assim? 
Aquilo que me chamou logo a atenção foi...Onde está a amiga de Hazel, a Kaitlyn? No filme não fazem referência à mesma. Não é que seja uma personagem super marcante mas eu achei-lhe piada no livro. Na verdade, no filme a história foi toda à volta de Augustus e Hazel como seria de esperar. O Isaac não tem o mesmo protagonismo que no livro, a ex-namorada de Augustus não é mencionada assim como as irmãs dele que não aparecem. 
Alguns cenários também são diferentes no livro mas é compreensível. Para mim o que foi mais notório foi o do Oranjee que no livro tinha toda uma parte exterior com uma super paisagem mas o do filme também era igualmente romântico.


É um livro/filme com um tema muito forte e com uma história muito bem desenvolvida. Na minha opinião, acaba por se tornar um livro de fácil leitura visto que tem partes que nos relembram que a história fala de jovens que fazem coisas de jovens. Apesar de ser um livro/filme com um tema dramático e que infelizmente está a invadir muitas famílias, Johh Green faz com que quem lê veja mais além.

Aconselho a todos os que gostam de ler e que estão predispostos a uma leitura leve mas com drama à mistura. Tem o seu teor de romantismo. Não me vou alongar muito na história porque não quero dar informações a mais a quem não leu.


Para terminar deixo-vos umas quantas passagens do livro: 
"Este é o problema da dor...ela precisa ser sentida."
"Alguns infinitos são maiores que outros."
"Sem dor não poderíamos reconhecer o prazer."


É uma livro cheio de mensagens inspiradoras e que nos fazem reconhecer a sorte que temos em poder viver a nossa vida junto dos que mais gostamos. Faz-nos pensar no que a vida tem de mais belo apesar de todas as dificuldades que possamos enfrentar. Deixo-vos um beijinho e até breve! ;)
Espero que não tenha sido um post chato para vocês.

(Snapchat: sarinhasramosr)

11 comentários:

  1. Sou como tu, Sara, gosto de começar pelo livro de depois partir para o filme! E sim, chorei baba e ranho! É algo que todos deveríamos ler/ver! Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho. É algo que nos muda até. Nos dá uma perspectiva que precisamos de ter. Beijocas

      Excluir
  2. Só vi o filme e gostei.
    Mas quando leio o livro e vejo o filme gosto sempre mais do livro,foi o caso das Palavras que nunca te direi.
    Boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São eu aguentei-me tanto para não ver o livro que nem te conto! ;)
      Beijinhos.

      Excluir
  3. Olha, cá eu só me aguento em não ver o filme primeiro dependendo dos actores. Se gostar muito, muito não consigo esperar para ler primeiro o livro. Mas as vezes arrependo-me ;D neste caso apenas vi o filme e a-do-rei! Beijinhos *
    The Girl In Jeans | Facebook

    ResponderExcluir
  4. Pois eu seiiii ehehe!
    Eu aguentei-me muito para ler este livro primeiro, como tu sabes! :p
    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito deste post! Também eu adoro ler e, neste fim-de-semana, consegui a proeza de ler em quantidade, como já não fazia há uns 20 anos :)
    Não vejo muitos filmes, então quase sempre fico-me pelo livro.
    Beijinhos, bom dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. M. ainda bem. É tão bom quando dedicamos tempo à nossa leitura! ;)
      Beijinho

      Excluir
  6. Sara, estou a adorar o teu blog e as receitinhas fabulosas que nele encontro. Já estou a seguir. Gostaria muito de receber-te no meu cantinho http://asnossasreceitinhas.blogspot.pt/

    Beijinhos,

    Ana

    ResponderExcluir
  7. Por acaso, mesmo sendo tão popular, não li o livro nem vi o filme. Não é muito o meu tipo de história, embora pareça comovente e bonita :)

    ResponderExcluir