sexta-feira, 8 de abril de 2016

Bolo de Iogurte na Máquina de Fazer Pão...a revolver as receitas antigas!

Olá amigos cozinheiros e pessoas fixes,
O meu primeiro robot de cozinha foi uma máquina de fazer pão oferecida pelo meu Sarinho que aliás me tem oferecido todos. Claro que quando falo em robot de cozinha não falo na batedeira ou triturador porque isso já tinha no enxoval. Sim eu tinha enxoval e deu-me um jeitão.

Voltemos ao primeiro robot de cozinha. Fiquei eufórica quando a minha branquinha máquina de pão chegou a nossa casa. Pão Quentinho! Pão Quentinho! Pão Quentinho! Yeahhhh. Depois da excitação inicial e de muitos pães quentes pela manhã descobri que a branquinha fazia mais coisas. E eis que surge a fase do pão quentinho de manhã e dos bolos de iogurte à noite. Aquilo era acabava um, fazia-se logo outro. Agora vocês pensam...então mas esta miúda cabia nas portas? Cabia. Se bem que as minhas pernas mais para o largo às vezes embarravam nas coisas. 

Piadolas à parte. Comecei a explorar a minha máquina de pão e estou contente com ela até hoje. É de marca branca, tem trabalhado tanto e nunca me deixou ficar mal. Hoje em dia já não faço tantos pães como fazia porque ganhei juízo na carola mas mesmo assim uso-a com frequência.  

Este bolo não é batido na máquina de fazer pão. Porquê? Porque esse ciclo na minha máquina dura para aí 3 horas e eu acho que o bolo fica seco. É sim, cozido na máquina do pão. E qual é a vantagem disso? A vantagem é colocarem a massa na máquina e ela parar sozinha enquanto estamos na nossa vidinha. Não há perigo de queimar. O bolo até se mistura com uma colher por isso não há nada mais prático. 

E o bolo como fica? Fica com uma crosta à volta muito agradável e depois fica com aquela consistência dos bolos para acompanhar com o chá. Nem muito húmido nem muito seco. É bom! É isso que têm que saber! heheh
Não se assustem com as migalhas da fotografia, foram feitas propositadamente. Não fiquem a pensar que este bolo é demoníaco e que vos vai encher a casa de migalhas. Espero que gostem e que me acompanhem num cházinho. Um beijinho. Bom fim-de-semana. 


Bolo de Iogurte na Máquina de Fazer Pão

O que faz falta:
3 Ovos
1 Iogurte de Aroma (a gosto)
2 medidas (copo de iogurte vazio) de Açúcar
Meia medida (copo de iogurte vazio) de Óleo (funciona com a mesma quantidade de manteiga derretida)
2 medidas (copo de iogurte vazio) de Farinha
Raspa de Meio Limão
1 colher (chá) de Fermento em pó

Como Fazemos:
Tiramos a pá da cuba da máquina de fazer pão. Untamos a cuba até meio e enfarinhamos. Num recipiente batemos todos os ingredientes. Colocamos o bolo na cuba e programamos no ciclo "bake" ou cozer que dura 1 hora. Quando o ciclo terminar deixamos a repousar por 5 minutos. Passamos a faca à volta da cuba e desenformamos. Se não despegar imediatamente do fundo sacudimos um pouco.




9 comentários:

  1. Bolo na mfp nunca fiz mas hei-de experimentar esta receita pois tem muito bom aspeto! Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Quem não gosta de bolo de iogurte que ponha o dedo no ar. Eu não disse? Não vejo ninguém com o dedo esticadinho :-) Porque é delicioso. Nunca fiz nessa maquineta porque não a tenho (cá em casa é uma pobreza de maquinetas, só há tachos tradicionais eheheheh). Mas parece-me muito bem e a consistência é a típica de bolo para acompanhar o chá ou o leite. Muito boa a sugestão :-) Beijinhos grandes. Bom fim-de-semana***

    ResponderExcluir
  3. Adorei a apresentação do teu bolinho Sara! :)
    Nunca fiz bolos na máquina do pão, tenho de experimentar!
    Beijinhos, bom fds!
    www.petiscana.com

    ResponderExcluir
  4. Uma fatia desse bolinho ia agora tão bemmmm, mas é que ia mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Já tive duas máquinas de pão em menos de dez anos. Tanto foi o uso dado ás ditas que ambas morreram de morte morrida e desde a última que se finou que decidimos não comprar mais nenhuma. Não compramos pão, só comemos pão caseiro e na verdade o uso era tal que dava cabo das máquinas, diz o meu filho a brincar que isto por aqui é tipo padaria ao Domingo, sempre a fazer pão!! Ao menos o amassar manual mantém o marido em forma e sem precisar de ir ao ginásio eheheheh. Mas das duas que tive, nunca fiz outra coisa que não pão nelas - estúpidamente, porque aquilo dava para fazer bolos, sim, e compotas e mais uma data de coisas que nunca investiguei a fundo. Agora a ler isto, arrependo-me...
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Nunca fiz bolos na mfp, cada vez que vejo fico com vontade de experimentar.
    Este ficou lindo e imagino que uma delicia
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  7. Uma boa sugestão :)

    Ana,
    http://asnossasreceitinhas.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. Nunca tive uma máquina de pão, mas essa parte de dar para programar de modo a ter pão pronto a determinada hora é manifestamente interessante ;) Assim como essa parte de fazer bolinhos de iogurte deliciosos :D

    ResponderExcluir
  9. Ai que giro, nunca experimentei usar a minha máquina sem a pá :) As coisas que nós aprendemos, tenho de experimentar esta receita, depois venho cá contar ;)
    Obrigado Sara pelas dicas :)

    ResponderExcluir