sexta-feira, 17 de março de 2017

Tarte Pastel de Nata sem complicações...em vídeo!

Esta é uma daquelas receitas que já faço quase de olhos fechados. Porquê? É uma receita na minha família há imensos anos. Claro, que me foi dada pela minha mãe. Que por sua vez já a tem há muito tempo também. Digamos que tem uns 20 anos? Assim por alto. 
Lembro-me de uma vez eu e a minha mãe fazermos esta receita mas na versão pastéis. Eu era miúda e nós costumávamos fazer serões a cozinhar com frequência. Então o que aconteceu? Gulosas, enchemos muito as formas com creme e elas começaram a verter quando coziam. Era creme por todo o lado. No fim, comemos os pastéis na mesma. Óbvio! 😅

Cá em casa sempre adoramos pastéis de nata. É o bolo preferido de todos, arrisco a dizer. Por isso, faz todo o sentido esta ser uma receita de família. Presente em muitos convívios e festas. Já tenho esta receita aqui no blog na versão robot de cozinha mas como é uma receita tão querida resolvi actualizá-la com um vídeo para deixar para as futuras gerações. 😊
Eu sei que digo sempre isto mas é muito fácil de fazer e com ingredientes que quase sempre temos em casa. O único truque que tem é na forma de cozer. Mas isso explico mais adiante e no vídeo. 
Fui alterando a receita com o passar do tempo porque não sei se se lembram mas as receitas mais antigas levavam "carradas" de açúcar e eu adaptei ao nosso gosto. Continua doce, não fosse eu uma gulosa assumida.

Espero que gostem. Desejo-vos um feliz fim-de-semana. Um beijinho. Até breve e bons cozinhados. 😙
Tarte Pastel de Nata

O que faz falta:
1 Base de Massa Folhada para tartes
250 gr. de Açúcar
70 gr. de Farinha
600 ml de Leite
2 paus de Canela
2 Cascas de Limão
6 Gemas

Como fazemos: 
Separamos as gemas das claras. Reservamos as claras para outra coisa e batemos as gemas até estarem bem misturadas.
De seguida, num recipiente à parte juntamos o açúcar e a farinha. Mexemos. Adicionamos o leite, envolvemos até dissolver bem todo o açúcar e a farinha. Juntamos o pau de canela e a casca de limão. Levamos ao lume brando mexendo sempre até engrossar. Deixamos arrefecer um pouco. Retiramos o pau de canela e a casca de limão. Adicionamos as gemas batidas mexendo energicamente para não cozerem (ver vídeo). 
Aconchegamos a base de massa folhada na tarteira e colocamos sobre ela o creme. Levamos ao forno pré-aquecido nos 180ºC durante 25 minutos apenas na resistência de baixo e mais 35 minutos nas duas resistências ou até estar cozida e tostada. (caso o forno que estamos a usar não dê controlo no uso das resistências deixamos até que esteja dourada e tostada). Atenção não fazer confusão com os níveis de prateleira do forno. Aqui falo-vos das resistências como funções de cozimento do forno. 
Deixamos arrefecer um pouco e desenformamos com cuidado. Servimos morninha com canela. 


8 comentários:

  1. Olá Sarinha! Que linda tarte! Adoro. Ficou bem gulosa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. O meu marido adora tarte pastel de nata! Eu também gosto! beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Ficou linda ;)
    Quem não gosta de pastéis de nata?
    Receitas de família são sempre uma perdição.
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  4. Que linda tarte! Também eu adoro pastéis de nata :)

    ResponderExcluir
  5. Adoro tarte de natas.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Que maravilha! Adoro este tipo de tartes!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. Gosto tanto! Desde miúda que fazia uma festa sempre que era o bolo de domingo! :)

    ResponderExcluir