quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Bacalhau à Zé do Pipo...quentinho e com vídeo!

Olá amigos cozinheiros,
Hoje partilho uma receita bem tradicional. O famoso e quentinho Bacalhau à Zé do Pipo. Dispensa apresentações. Todos nós sabemos que é um prato reconfortante e bem Português. 

Gostamos muito deste prato cá em casa. Somos amantes assumidos de maionese e eu adoro puré. É aquela comidinha que lembra a casa das mães e dos avós. Bem sei que há por aí muita gente que tem um trauma por causa daquele puré que comíamos nas cantinas da escola.😁Mas nada se compara a um puré caseirinho. Experimentem e depois falamos! 

Já há algum tempo que em minha casa, começámos a fazer outro tipo de pratos com bacalhau na consoada. O bacalhau cozido e as couves ficam para outro dia e optamos por receitas diferentes. E esta pode bem ser uma sugestão para esse dia. É bem quentinho e reconfortante. Como são boas as comidas de forno nesta altura. Não acham?

Sem mais demoras apresento-vos o primeiro post e vídeo natalício aqui do blog. Com a participação especial do gato Fred. 🎅
Espero que gostem desta minha versão deste prato e que se inspirem para o vosso Natal! Acreditem, o bacalhau e a maionese fazem o casamento perfeito. Um beijinho e bons cozinhados. 😙


Bacalhau à Zé do Pipo

O que faz falta:
1 kg de Batatas
2 colh. (sopa) de Manteiga
100 ml de Leite 
2 Gemas de Ovo
Sumo de Limão q.b.
Sal, pimenta preta e noz-moscada q.b.
3 Postas de Bacalhau demolhadas
1 Cebola e Meia
2 dentes de Alho e meio
1 fio generoso de Azeite
1 folha de Louro
1 raminho de Salsa fresca
4 colh. (sopa) bem cheias de Maionese
Azeitonas Pretas q.b.
↓↓↓↓↓↓↓↓↓ VER VÍDEO!!! ↓↓↓↓↓↓↓↓↓
↑↑↑↑↑↑↑↑↑ VER VÍDEO!!! ↑↑↑↑↑↑↑↑↑
Como fazemos:
Começamos por fazer o puré. Cozemos as batatas com água e sal. Escorremos a água e reduzimos as mesmas a puré de forma que preferirmos. Juntamos a manteiga e o leite. Temperamos com pimenta preta e a noz moscada. Rectificamos o sal, se necessário. Levamos ao lume brando e envolvemos tudo. Juntamos as gemas batidas e o sumo de limão e envolvemos mais um pouco. Reservamos.

De seguida, cortamos as cebolas em meias luas e picamos os alhos. Refogamos com um fio generoso de azeite e uma folha de louro. Retiramos da frigideira e reservamos. Nessa mesma frigideira bem quente, douramos o bacalhau de um lado e de outro. Retiramos e reservamos.

Aromatizamos a maionese. Para isso, misturamos o meio dente de alho picado e a salsa igualmente picada. Misturamos bem.

Para montar necessitamos de um tabuleiro refractário. Primeiro, colocamos as posta de bacalhau lado a lado com a pele para cima ou para baixo, consoante a preferência. Cobrimos com a cebolada. Espalhamos o puré à volta. Barramos o bacalhau com a maionese. Decoramos com azeitonas pretas.

Levamos ao forno a 200ºC por 20 minutos até dourar. Servimos bem quente.
-

8 comentários:

  1. Vou levar para o meu jantar. Não é o gato Sara! É a travessa de bacalhau :)

    ResponderExcluir
  2. Esse prato é tão bom, reconfortante com a maionese e o pure....o que se pode dizer mais...e essa travessa ficou com um aspeto divinal.

    Blog - O Cantinho dos Gulosos
    Blog - O Cantinho dos Gulosos

    ResponderExcluir
  3. Por aqui, desde que casei, fujo do tradicional bacalhau cozido com couves. É um prato que não reúne consenso, uns gostam muito, outros não gostam nada. Eu, pessoalmente, não gosto nem desgosto, simplesmente, e apesar de saber que é tradicional, acho um prato muito simplório e pouco requintado para uma noite tão especial! Na primeira consoada em minha casa fiz uma espécie de bacalhau com couves, mas em camadas, ficou diferente na apresentação, não tinha espinhas e mesmo quem não apreciava bacalhau cozido gostou imenso! Ainda hoje falam nesse prato! Acho este uma excelente sugestão! Cá em casa quase todos gostamos de puré, excepto a rapariga e o rapazola do meio! Eles comem mas não morrem de amores! No dia em que é puré, para ele então é mesmo sacrifício! Vou já ver o vídeo para ver como está o teu ajudante! De certeza que deve estar um gato! Ahahah! Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Olá Maria. Não é necessário porque lhe o douramos na frigideira e depois ele vai ao forno. Se o cozinharmos demais ele passa do ponto. Beijinhos.

      Excluir
  5. Eu adoro pratos com bacalhau!
    Não sou esquisita, gosto de tudo!
    Este teu bacalhau está com um aspecto maravilhoso!
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  6. Adorei Sara! Fizeste-me lembrar a minha avó a picar alho e ervas " na mão"! :)

    Beijinhos Ana

    ResponderExcluir