quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Bacalhau à Zé do Pipo...quentinho e com vídeo!

Olá amigos cozinheiros,
Hoje partilho uma receita bem tradicional. O famoso e quentinho Bacalhau à Zé do Pipo. Dispensa apresentações. Todos nós sabemos que é um prato reconfortante e bem Português. 

Gostamos muito deste prato cá em casa. Somos amantes assumidos de maionese e eu adoro puré. É aquela comidinha que lembra a casa das mães e dos avós. Bem sei que há por aí muita gente que tem um trauma por causa daquele puré que comíamos nas cantinas da escola.😁Mas nada se compara a um puré caseirinho. Experimentem e depois falamos! 

Já há algum tempo que em minha casa, começámos a fazer outro tipo de pratos com bacalhau na consoada. O bacalhau cozido e as couves ficam para outro dia e optamos por receitas diferentes. E esta pode bem ser uma sugestão para esse dia. É bem quentinho e reconfortante. Como são boas as comidas de forno nesta altura. Não acham?

Sem mais demoras apresento-vos o primeiro post e vídeo natalício aqui do blog. Com a participação especial do gato Fred. 🎅
Espero que gostem desta minha versão deste prato e que se inspirem para o vosso Natal! Acreditem, o bacalhau e a maionese fazem o casamento perfeito. Um beijinho e bons cozinhados. 😙


Bacalhau à Zé do Pipo

O que faz falta:
1 kg de Batatas
2 colh. (sopa) de Manteiga
100 ml de Leite 
2 Gemas de Ovo
Sumo de Limão q.b.
Sal, pimenta preta e noz-moscada q.b.
3 Postas de Bacalhau demolhadas
1 Cebola e Meia
2 dentes de Alho e meio
1 fio generoso de Azeite
1 folha de Louro
1 raminho de Salsa fresca
4 colh. (sopa) bem cheias de Maionese
Azeitonas Pretas q.b.
↓↓↓↓↓↓↓↓↓ VER VÍDEO!!! ↓↓↓↓↓↓↓↓↓
↑↑↑↑↑↑↑↑↑ VER VÍDEO!!! ↑↑↑↑↑↑↑↑↑
Como fazemos:
Começamos por fazer o puré. Cozemos as batatas com água e sal. Escorremos a água e reduzimos as mesmas a puré de forma que preferirmos. Juntamos a manteiga e o leite. Temperamos com pimenta preta e a noz moscada. Rectificamos o sal, se necessário. Levamos ao lume brando e envolvemos tudo. Juntamos as gemas batidas e o sumo de limão e envolvemos mais um pouco. Reservamos.

De seguida, cortamos as cebolas em meias luas e picamos os alhos. Refogamos com um fio generoso de azeite e uma folha de louro. Retiramos da frigideira e reservamos. Nessa mesma frigideira bem quente, douramos o bacalhau de um lado e de outro. Retiramos e reservamos.

Aromatizamos a maionese. Para isso, misturamos o meio dente de alho picado e a salsa igualmente picada. Misturamos bem.

Para montar necessitamos de um tabuleiro refractário. Primeiro, colocamos as posta de bacalhau lado a lado com a pele para cima ou para baixo, consoante a preferência. Cobrimos com a cebolada. Espalhamos o puré à volta. Barramos o bacalhau com a maionese. Decoramos com azeitonas pretas.

Levamos ao forno a 200ºC por 20 minutos até dourar. Servimos bem quente.
-

3 comentários:

  1. Vou levar para o meu jantar. Não é o gato Sara! É a travessa de bacalhau :)

    ResponderExcluir
  2. Esse prato é tão bom, reconfortante com a maionese e o pure....o que se pode dizer mais...e essa travessa ficou com um aspeto divinal.

    Blog - O Cantinho dos Gulosos
    Blog - O Cantinho dos Gulosos

    ResponderExcluir
  3. Por aqui, desde que casei, fujo do tradicional bacalhau cozido com couves. É um prato que não reúne consenso, uns gostam muito, outros não gostam nada. Eu, pessoalmente, não gosto nem desgosto, simplesmente, e apesar de saber que é tradicional, acho um prato muito simplório e pouco requintado para uma noite tão especial! Na primeira consoada em minha casa fiz uma espécie de bacalhau com couves, mas em camadas, ficou diferente na apresentação, não tinha espinhas e mesmo quem não apreciava bacalhau cozido gostou imenso! Ainda hoje falam nesse prato! Acho este uma excelente sugestão! Cá em casa quase todos gostamos de puré, excepto a rapariga e o rapazola do meio! Eles comem mas não morrem de amores! No dia em que é puré, para ele então é mesmo sacrifício! Vou já ver o vídeo para ver como está o teu ajudante! De certeza que deve estar um gato! Ahahah! Beijinhos

    ResponderExcluir