quarta-feira, 11 de abril de 2018

Creme de Abóbora e Batata Doce...e estar offline!

Ultimamente tenho tido a necessidade de estar mais tempo offline. Não sei se isso também vos acontece. Às vezes tenho a sensação que estamos 24 horas ligados o que não é necessariamente bom. Faz com que não nos consigamos desligar totalmente. Temos sempre o e-mail à mão. As notícias são vistas em tempo real. Há sempre qualquer coisa por responder. A meu ver, isso contribuí para o ritmo frenético com que vivemos hoje em dia. 

Então para descansar um pouco, porque infelizmente acabamos por absorver muita coisa negativa daí, tenho estado mais ausente das redes sociais e da internet no geral. E é impressionante o tempo que "queimamos" a deslizar o dedo no nosso ecrãzinho brilhante de telemóvel. De repente, ganhamos tempo para ler aquele livro parado na estante, vemos aquele filme que temos na lista há imenso tempo e a nossa mente torna-se mais leve.

Para apreciarmos essa pausa merecida, trago uma sopinha quentinha e simples de fazer. Incrivelmente cremosa e reconfortante.

Espero que gostem. Um beijinho e bons cozinhados. 😚
Creme de Abóbora e Batata Doce

O que faz falta para 4:
1 Cebola 
2 dentes de Alho
1 fio de Azeite
500 gr de Abóbora em cubos
1 Cenoura 
2 Batatas Doces pequenas
700 ml de Água
Sal e Pimenta q.b.
1 ramo de Coentros frescos
Como Fazemos:
Robot de Cozinha
No copo do robot, colocamos a cebola e os alhos. Picamos na velocidade 5 por 5 segundos. Juntamos o fio de azeite e refogamos por 4 minutos a 100ºC. 
De seguida, adicionamos a abóbora aos cubos, a cenoura em pedaços e as batatas doces sem casca e igualmente em pedaços. Regamos com a água. Temperamos com sal e pimenta. Cozinhamos na velocidade 1 a 100ºC por 30 minutos. 
Trituramos por 1 minuto nas velocidades 5, 6, 7, 8 e 9 progressivamente. Perfumamos com os coentros picados. Se necessário retificamos o sal e a água dependendo da consistência desejada. 

Tradicional
Picamos a cebola e os alhos. Numa panela, refogamos  a cebola e os alhos com o azeite. 
Juntamos a abóbra aos cubos, a cenoura em pedaços e assim como as batatas doces sem casca. Regamos com a água. Temperamos com sal e pimenta. Cozinhamos por 30 minutos em lume médio. Verificamos se os legumes estão bem cozidos e trituramos até obtermos um creme. 
Perfumamos com os coentros picados. Se necessário retificamos o sal e a água dependendo da consistência desejada.

6 comentários:

  1. De volta e meia também gosto de "desligar". Faz-nos bem! O que também nos faz bem é uma sopinha e esta está muito apetitosa! Hoje está frio por isso ainda sabe melhor! beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Deixar de perder tempo com o que não interessa é sem dúvida ganhar tempo para tantas coisas boas que podemos encher a nossa vida. Levo uma sopinha para o meu jantar e assim sobra-me tempo para ver um filme. Posso levar mais duas doses para os meus rapazes?

    ResponderExcluir
  3. Você está certíssima querida Sarinha, às vezes faço o mesmo.
    O teu creme tem gostinho de quero mais, sugestão deliciosa para o jantar.

    Beijinhos no seu ♥

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho muitas vezes essa necessidade, preciso mesmo para bem da minha sanidade mental! Quanto a esta sopa é uma maravilha, às vezes faço e adoro!

    Beijinhos Ana

    ResponderExcluir